Clésio Andrade: Eu também sou vítima de Marcos Valério

Presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), ex-Senador da República por Minas Gerais entre 2011 e 2014 e ex-vice governador de Minas Gerais, entre 2003 e 2006, Clésio Andrade se defende das acusações de fazer parte do esquema do Mensalão do Marcos Valério.

Segundo Clésio Andrade, em nota publicada pelo Congresso em Foco, à época do escândalo do Mensalão Tucano, ele era apenas candidato a vice-governador na chapa de Eduardo Azeredo. Sem fazer parte do governo, sem responsabilidade sobre a campanha e sem ter, inclusive, acesso às finanças da chapa, Clésio Andrade diz ser outra vítima de Marcos Valério.

“Tomei um cano do Marcos Valério”

Clésio Andrade e Marcos Valério

Nos anos 90, Clésio Andrade investiu na sociedade de duas agências de publicidade de Belo Horizonte. Sem experiência na área, contratou Marcos Valério, conhecido até então apenas pelo trabalho na propaganda, para tocar as empresas. Valério aproveitou o controle das agências e o acesso a políticos, já que cuidava das contas de publicidade de diversos órgãos do governo, para iniciar sua trajetória no crime. Anos depois do chamado propinoduto tucano, Valério aproveitou seu conhecimento e montou o esquema do mensalão para o governo petista.

“Eu tomei um cano do Marcos Valério, que não me pagou pela DNA e pela SMPB (…) A minha inclusão neste inquérito só ocorreu recentemente e de forma indevida, o que provocou sua vinda para o Supremo Tribunal Federal. Não tenho nenhuma responsabilidade sobre o assunto”.

Em decisão baseada em delação contestada, Gilmar Mendes ordenou o bloqueio de bens do senador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s